Freire mantém em aberto destino do PPS na PB

Roberto Freire, presidente do PPS, mantém em aberto o futuro do partido na Paraíba presidido por Nonato Bandeira. No segundo dia do Congresso Nacional do partido, em São Paulo, Freire disse, neste sábado (24), através de sua assessoria de imprensa que só vai se manifestar quando tudo estiver resolvido.

O encontro do PPS é observado com atenção pelos deputados tucanos Pedro Cunha Lima (PB) e Daniel Coelho (PE), que encabeçam o movimento “cabeças pretas” do PSDB. Eles condicionam o ingresso no PPS à formalização das mudanças estatuárias do partido. “O Congresso está debatendo se o PPS vai entrar nesse processo de renovação. Se entrar me interessa aprofundar a conversa”, disse Coelho ao Blog antes de seguir para São Paulo.

Neste sábado (24), o PPS recebeu a adesão de movimentos como o Acredito, Renova BR e Livres e abriu debate para mudança de nome – a tendência é que passe a se chamar ‘Movimento 23’. Em Pernambuco, o iminente ingresso de Coelho provocou a saída de Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública do governo Michel Temer, após 26 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: