Ricardo mira judiciário em Curitiba

O governador Ricardo Coutinho (PSB) participou de um ato no ‘Acampamento Lula Livre’, nas imediações da Polícia Federal em Curitiba, logo após a juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, barrar a visita de governadores do Nordeste ao ex-presidente.

O paraibano teceu críticas ao judiciário.

“Lula é uma espécie de preso político dentro do Brasil e não consegue uma visita sequer, mas estamos aqui representando o reconhecimento de grande parte do país que precisa voltar a ter respeitar à legalidade, às pessoas e à boa política”, discursou.

“Parece surreal que o melhor presidente que o Brasil já teve possa estar pagando uma pena dentro de um processo que cabe recurso e que não tem uma prova concreta”, acrescentou.

Ricardo seguiu bradando em defesa do petista.

“A resistência está espalhada em cada recanto do país. Nós vamos resistir e avançar”, concluiu.

Além de Ricardo e governadores do Nordeste, senadores e deputados, a exemplo do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervasio Maia (PSB), estiveram em Curitiba. Eles escreveram uma carta a Lula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: