Governadores miram Temer no Recife

Governadores do Nordeste e de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), miraram o presidente Michel Temer (MDB) durante encontro no Recife, nesta sexta-feira (18). Eles cobram diálogo e mais condições de sentar à mesa com o governo federal.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), classificou o Nordeste como uma região penalizada por Temer. Já o paraibano Ricardo Coutinho (PSB) condenou o tratamento dado pelo governo federal aos estados nordestinos. “O povo votou em outra coisa e hoje se paga um preço enorme, porque acham que podem mudar a agenda política e a agenda econômica sem que o povo possa participar”.

Foram listados 11 pedidos a Temer em carta. Entre eles a liberação da Linha de Financiamento de R$ 42 bilhões para a segurança, prometido em março deste ano e ainda não liberado. Também foi solicitada a exclusão da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) do grupo Eletrobras, como solução para que a Chesf ficasse à margem do processo de privatização do grupo, além da retomada das obras das ferrovias Transnordestina, Norte-Sul e Fiol.

As declarações do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, de que os financiamentos estariam disponíveis para os que apoiam o governo de Michel Temer, foram lembradas pelos governadores. “Denota espírito antirrepublicano e afronta o princípio do equilíbrio federativo.”, diz o documento do encontro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: