PT se rende a “golpistas”

“Não podemos ser empecilho para a composição da chapa [de João Azevedo] com nomes de outros partidos que venham a ampliar o palanque”, a marcha à ré é do presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, ao Rádio Verdade, da Rede Arapuan de Rádios, sobre caminhar lado a lado com Efraim Morais e Efraim Filho, do Democratas, Veneziano Vital do Rêgo (PSB e ex-MDB), Wilson Santiago e Wilson Filho, do PTB, e quiçá com Aguinaldo Ribeiro (PP), líder do governo Michel Temer (MDB) na Câmara Federal – forças políticas que tiveram forte influência no processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e até então personas non grata pelos petistas da Paraíba.

>> Vídeo: as caras e bocas de Maranhão para Cartaxo

“Temos que entender quais são os nossos adversários na Paraíba”, frisou Macedo.

O manifesto assinado por dirigentes do partido e divulgado nesta quinta-feira (31), não traz nada de novo – tendência de apoio a João Azevedo (PSB) ao Governo do Estado e espaço na chapa majoritária -, a não ser o recuo e a cabeça baixa para os tidos “golpistas”.

O PT se rendeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: