PT vence queda de braço contra Ricardo

Não foi simples e nem poderia ser se tratando de Ricardo Coutinho, mas o PT alcançou o que tanta desejava do governador. O apoio do PSB paraibano a candidatura fantasma do ex-presidente Lula e o espaço na chapa encabeçada por João Azevedo (PSB).

Em resolução divulgada ontem à noite, o PSB se comprometeu a levar para direção nacional do partido, na convenção do próximo dia 5, a posição de apoio a Lula e ao PT.

Além disso, o Partido dos Trabalhadores ainda emplacará o deputado federal Luiz Couto como candidato ao Senado Federal. O lançamento da candidatura do padre acontece amanhã.

Nos últimos dias, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e Sérgio Gabrielli, coordenador da campanha de Lula, estiveram em João Pessoa para endossar o apelo ao socialista.

Ricardo Coutinho hesitou ao máximo em sinalizar positivamente para a causa petista. Fez questão de dizer que campo da esquerda não pertence exclusivamente a Lula, como prega os mais entusiasmados petistas. Aliados do governador também não fizeram questão de desdenhar da força dos comandos de Lula na Paraíba.

A prioridade era o PP, da família Ribeiro.

Não vingou.

Vale destacar a estratégia do presidente estadual do PT, Jackson Macedo, de criar temor na cúpula pessebista, com a possibilidade de adesão à pré-candidatura da vice-governadora Lígia Feliciano, do PDT, em caso de negativa de Coutinho.

Na queda de braço, o PT levou a melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: