Política

A porta da rua é a serventia da casa

A nova reação do deputado Ricardo Barbosa (PSB) contra a anulação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que acaba com a antecipação e reeleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba, foi a gota d’água para o governador Ricardo Coutinho (PSB), principal interessado no arquivamento da polêmica PEC. 

Ao repórter Márcio Rangel, da Arapuan FM, o governador Ricardo Coutinho convidou Barbosa a deixar a base governista e consequentemente o PSB. 

“Ninguém é obrigado a estar no projeto. Para estar na situação, para estar no nosso partido, é preciso que todos respeitem ao próximo, respeitem a gestão. Se não quiser não tem problema”, disse Coutinho, ao externar que sente-se desrespeitado pelo parlamentar.

Em tom de provocação a Gervásio Maia (PSB), Barbosa colocou em xeque, ontem, seu próprio mandato caso o presidente da Casa provasse qualquer irregularidade regimental na tramitação da PEC.

Em meio ao fogaréu na base, o governador avisou: 

“Cada um sabe o caminho que precisa ir”.

Se tivesse recorrido a um velho ditado popular, Ricardo, o poderoso, teria dito: a porta da rua é a serventia da casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: