política

O gesto de João ao “projeto”

Heron Cid – Basicamente, o governador eleito João Azevedo seguiu aquela máxima: em time que está ganhando não se mexe. Eis o saldo do primeiro pacote de secretários do futuro governo, anunciado hoje, pelo socialista nas redes sociais.

Na primeira leva foi quase imperceptível alguma mudança.

Novidade mesmo somente o deputado federal Luiz Couto (Agricultura Familiar), que fica sem mandato em fevereiro, e o empresário Gustavo Feliciano (Turismo), filho da vice-governadora Lígia Feliciano.

Estão de volta, Marialvo Laureano (Receita), Nonato Bandeira (Chefia de Governo) e Efraim Morais (Desenvolvimento da Agropecuária), estes dois frutos de escolhas de cunho político-partidário.

Sem exceção, o núcleo central que deu suporte administrativo ao atual governador Ricardo Coutinho fica se se mantém indissolúvel.

Para começo de conversa, João optou por prestigiar os companheiros da recente e ainda viva batalha vencida. Não deixou ninguém na estrada.

Antes mesmo de botar os pés no Palácio da Redenção, deu o primeiro gesto de lealdade “ao projeto”.

E não deixou sombra de dúvidas sobre o tamanho da influência de Ricardo no governo que virá. Ou que continua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: