Brasil

Toffoli derruba decisão que solta Lula

A alegria petista durou pouco. Horas depois do ministro Marco Aurélio Mello determinar a soltura de presos que tiveram a condenação em segunda instância confirmada pela Justiça – o que é o caso do ex-presidente Lula -, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu a decisão do colega de Corte.

Toffoli atendeu a um pedido de suspensão liminar feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Com a decisão, a liminar (decisão provisória) de Dias Toffoli terá validade até o dia 10 de abril de 2019, quando o plenário do STF deve julgar novamente a questão da validade da prisão após o fim dos recursos na segunda instância.

O julgamento foi marcado antes da decisão de hoje (19) do ministro Marco Aurélio.

Com Agência Brasil 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: