Operação Calvário

Vídeo: João descarta afastar secretários e critica desembargador

O governador João Azevêdo (PSB) descartou afastar os secretários Waldson Souza e Livânia Farias – alvos de busca e apreensão do Gaeco na 2ª fase da Operação Calvário. “Ninguém condena ninguém por antecipação”, argumentou.

Azevêdo ainda criticou o desembargador Ricardo Vidal de Almeida, presidente da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), que corrigiu ontem o texto da decisão da última sexta-feira (1), quando afirmava que Waldson Souza recebia mensalão de R$ 30 mil da Cruz Vermelha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: