Brumadinho, Flamengo, Almeidão

Quanto vale uma vida?

Quanto vale uma vida? A julgar pelos crimes em Brumadinho e Flamengo chegaremos à conclusão que não vale nada. Pior. A quase tragédia de ontem (9), durante um jogo do Campeonato Paraibano, é a triste constatação que os dois casos de grande repercussão nesse início de 2019 não são isolados da criminosa negligência.

Parte da estrutura do estádio Almeidão, em João Pessoa, desabou e atingiu um torcedor, que no momento estava acompanhado do seu filho de 7 anos. O pedaço de concreto media 80 centímetros. O Governo do Estado, que investiu recentemente quase 20 milhões na estrutura do local, diz que foi pego de surpreso. A promessa é de mais uma vistoria nesta segunda-feira (11).

Em matéria de vistoria, aliás, os precários estádios da Paraíba são campeões. Diga-se, com a conivência do Ministério Público, que através do promotor Valberto Lira, afirma antes de todo início de Campeonato Paraibano que os estádios não possuem laudos, não têm condições, mas no fim das contas tudo é resolvido. A vida vira um mero detalhe. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: