Paraíba

O que você precisa saber: Calvário, exonerações, Recidiva e Xeque-mate

1. Servidora da Procuradoria do Estado é presa na 4ª fase da Calvário 

Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, então assessora de gabinete do agora ex-procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, foi presa na 4ª fase da Operação Calvário, deflagrada nesta terça-feira (30) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

2. Calvário: servidora presa geriu finanças da campanha de João

A servidora do Estado da Paraíba, Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, presa na 4ª fase da Operação Calvário, foi administradora financeira da campanha do então candidato a governador João Azevedo (PSB). É o que consta no site DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

3. Festa e traição: as revelações da 4ª fase da Calvário

Na decisão judicial do desembargador Ricardo Vital, que deflagrou a 4ª fase da Operação Calvário, consta que parte do suposto dinheiro desviado no esquema de corrupção da Saúde da Paraíba pode ter sido para bancar a festa de aniversário do 50 anos do então procurador geral do Estado, Gilberto Carneiro, além de ter bancado ‘mimos’ para o suposto amante da servidora Maria Laura, presa nesta terça (30).

4. João exonera Waldson e Carneiro do Governo

Waldson Souza (Secretaria de Planejamento) e Gilberto Carneiro (Procuradoria Geral do Estado) não fazem mais parte do governo João Azevedo (PSB). As exonerações foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (30). Além deles, Cláudia Veras foi exonerada da Secretaria de Saúde, sendo remanejada para Secretaria Executiva de Articulação Municipal.

5 Waldson: ‘Exoneração dá governabilidade’

Em nota, o ex-secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão da Paraíba, Waldson Dias de Souza, afirmou que pediu afastamento do cargo para ‘garantia da governabilidade’ e da Ordem Pública da Paraíba. Segundo o ex-secretário, a exoneração é uma ‘medida sensata’ para que ele possa contribuir com as investigações da Operação Calvário.

6. PF faz operação contra fraude de R$ 5 milhões em licitações de 4 Prefeituras

A terceira fase da Operação Recidiva foi deflagrada nesta terça-feira (30) na Paraíba com o cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão. A Polícia Federal investiga uma organização criminosa do colarinho branco, com o objetivo reiterado de fraudar licitações públicas em diversos municípios paraibanos, bem como do Ceará, de Pernambuco, de Alagoas e do Rio Grande do Norte. Na mira estão as prefeituras de Bayeux, Emas, Mogeiro e Patos.

7. Xeque-mate: confissão de Leto abre cela de Jacqueline

No relatório final da Operação Xeque-Mate, a Polícia Federal opina, como providências, pela revogação da prisão preventiva de Jacqueline Monteiro, ex-vereadora, ex-primeira-dama e mulher do ex-prefeito Leto Viana. A Polícia Federal considera desnecessária, sob o ponto de vista cautelar, a manutenção da segregação de liberdade, depois do depoimento em que o marido confirma o desvio de recursos de salários de servidores com a participação da esposa.

 
Paraíba

Festa e traição: as revelações da 4ª fase da Calvário

A decisão judicial do desembargador Ricardo Vital, que deflagrou a 4ª fase da Operação Calvário, revela detalhes indecorosos da suposta participação do agora ex-procurador geral do Estado, Gilberto Carneiro, no esquema de corrupção que envolve recursos públicos da Saúde da Paraíba. Com base nas investigações do Ministério Público da Paraíba, Vital conta que parte do dinheiro desviado da Saúde pode ter sido usado para festa de aniversário de 50 anos de Carneiro e Livânia Farias (ex-secretária de Administração). Na página 14 do despacho, novas revelações: com base no depoimento de Francis Christianno Pinto Coelho, caseiro de um imóvel rural de Maria Laura (servidora do Estado presa nesta terça) em Santa Terezinha, ela teria um caso íntimo com o também investigado Ricardo Jorge Castro Madruga, que é da Secretaria de Finanças do Conde. Casada com Josildo de Almeida Carneiro – alvo de mandados na terceira fase da operação -, Maria Laura teria dado uma Pajero/Sport ao amante, além de um imóvel na Praia do Amor, em Conde. Leia a decisão judicial completa

 
Paraíba

Calvário: servidora presa geriu finanças da campanha de João

 

A servidora do Estado da Paraíba, Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, presa na 4ª fase da Operação Calvário, foi administradora financeira da campanha do então candidato a governador João Azevedo (PSB). É o que consta no site DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em 2016, ela também já havia exercido a mesma função para então candidata a prefeita de João Pessoa e atualmente deputada estadual Cida Ramos (PSB). Maria Laura é ligada ao agora ex-procurador geral do Estado, Gilberto Carneiro, exonerado do cargo nesta terça-feira (30).

 
Futebol

Ao vivo | Transmissão de Santa Cruz x Treze pela Série C

Santa Cruz e Treze estreiam nesta segunda-feira (29), na Série C do Campeonato Brasileiro, com transmissão do perfil oficial da DAZN no Youtube – empresa que adquiriu os direitos da competição nacional. Acima o link da partida que terá início às 20h, no estádio do Arruda, no Recife.

 
Futebol

Vídeo: Neymar agride torcedor na França

O jogador Neymar está pouco se lixando para a opinião pública. Talentoso, mas com bolso cheio de dinheiro, o brasileiro largou mão da carreira. Faz o que dá na telha. De cair na folia enquanto se recupera de lesão a agredir torcedor quando é criticado, como aconteceu após a partida deste sábado (27), em que o PSG perdeu o título da Copa da França para o Rennes nos pênaltis. Renê Simões tinha razão.

 
Paraíba

A nota da Infraero sobre a polêmica do dia

Em nota enviada ao blog, a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) esclareceu o vídeo que circula nas redes sociais nesta sexta-feira (26), que mostra o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), sendo transportado no hangar de um aeroporto por uma caminhonete da estatal.  

Boa noite.

Com relação ao vídeo em questão, a Infraero esclarece que recebeu solicitação da Administração do Hangar do Estado da Paraíba para realizar o deslocamento do secretário Adjunto de Planejamento do Estado da Paraíba, Sr. Fábio Maia, do Pátio de Aviação Regular para o Hangar do Estado. Por motivo de segurança operacional, o deslocamento do secretário foi realizado por meio de veículo da Infraero.

Cabe esclarecer ainda, que na ocasião, também foi transportado Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba, que acompanhava o secretário em questão.

Atenciosamente. 

 
Governo

João não tinha razões para reagir destemperadamente

Não pegou bem para o governador João Azevedo (PSB), conhecido por um comportamento moderado, a reação destemperada diante das perguntas sobre a soltura da ex-secretária Livânia Farias – que estava presa no âmbito da Operação Calvário -, ontem (24), na posse do deputado estadual João Gonçalves (Podemos) como secretário de Articulação Política. Primeiro porque o próprio governo sempre disse acreditar na inocência de Livânia. Estranha, portanto, que o governo não tenha celebrado a liberdade da ex-auxiliar. Segundo porque não caberia ao governador usar o argumento da pauta administrativa para se esquivar dos questionamentos. Há um mês, o próprio João deu palanque político ao ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na solenidade de lançamento do Programa Paraíba Rural Sustentável, no Espaço Cultural. Aliás, foi nessa oportunidade, que Ricardo bradou “nesse governo ninguém solta a mão de ninguém”. Alguém soltou? 

 
Calvário

Vídeo: João ‘pega ar’ com pergunta sobre Livânia

O governador João Azêvedo (PSB) não estava para conversa nesta quarta-feira (24). Ainda mais se o assunto fosse a ex-secretária Livânia Farias, solta ontem pela Justiça após mais de um mês presa no âmbito da Operação Calvário. No dia que deu posse ao deputado João Gonçalves (Podemos) como secretário de Articulação Política, João revolucionou: tornou-se o primeiro governante paraibano a se limitar a falar apenas sobre a pauta administrativa. Não pelo peso dela obviamente. 

 
João Pessoa

Vídeo: Gestão Cartaxo mente e causa caos na cidade

Se dependesse da gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PV), a feira livre instalada no Centro de João Pessoa seguiria normalmente. Quem diz é o próprio secretário de Desenvolvimento Urbano da Capital, Zennedy Bezerra, em conversa com vendedores ambulantes, na última segunda-feira (22). Pressionada pelo Ministério Público para desocupar calçadas e ruas do Centro, a prefeitura tomou mercadorias de vendedores no Mercado Central na madrugada de ontem (23). Uma ação covarde, visto que Zennedy assegurou que a gestão municipal não agiria de tal maneira. O resultado foi uma terça-feira (23) de caos na cidade, com protestos dos ambulantes nas principais avenidas do Centro. Depois de fazer vistas grossas para o problema, a gestão Cartaxo também não apresenta uma solução. Uma! 

 
Política

Romero e a notícia ofuscada

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, confirmou nessa terça-feira (23), o que já vinha se desenhando há um bom tempo. Trocou o PSDB pelo PSD, partido que passará a comandar na Paraíba. O ensaio para decisão vem antes mesmo do falecimento do ex-deputado federal Rômulo Gouveia. Detalhe: coincidentemente Romero anunciou a decisão quase no mesmo instante da soltura de Livânia Farias, presa há mais de um mês na Operação Calvário. Muita gente não viu.