Legislativo

Fora de CPIs, Pollyana ameaça deixar PSB

A deputada estadual Pollyana Dutra ameaçou deixar o PSB, nesta quarta-feira (15). Em sessão que instalou as CPIs (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a parlamentar criticou publicamente o seu partido por não não ter sido lembrada para integrar nenhuma das comissões. “Estou me sentindo prejudicada, senhor presidente. Estou no PSB, embora esteja acostada ao G-10. É uma luta maior do mundo para participar de uma CPI porque o PSB não indica. E, aí? Vou ficar fora de tudo? Vou esperar uma janela para sair do partido?”, desabafou. Foram instaladas as CPIs da Indústria das Multas, de autoria do deputado Júnior Araújo (Avante); do Feminicídio, da deputada Cida Ramos (PSB); além da CPI da Homofobia, da parlamentar Estela Bezerra (PSB). “Não existe democracia para composição das comissões. Qual critério para escolha? Só servimos para assinar? Quando assinamos, queremos participar do assunto”, prosseguiu Pollyana.

Líder do blocão rebate

O deputado Wilson Filho (PTB), líder do blocão na Casa (composto por parlamentares aliados do governo), disse que não foi procurado pela parlamentar com desejo de fazer parte de uma das comissões. “Quando tiver é só falar comigo. Não tenho nenhum problema. Só não posso trabalhar com telepatia”, respondeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: