Previdência

Romero culpa governadores do NE por retirada de estados da reforma

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), culpou os governadores do Nordeste pela retirada dos estados e municípios da Nova Previdência.

Em entrevista à Arapuan FM, nesta sexta-feira (5), Romero afirmou que, mesmo sabendo da necessidade de uma mudança nas regras da aposentadoria, os gestores torciam contra a proposta do Governo Federal.

– Criou um problema e acho que isso foi mal conduzido, infelizmente, desde o início. Talvez se houvesse desde janeiro um apoio dos governadores do Nordeste não tivesse criado esse impasse no âmbito da comissão e que agora ganhará força e complexidade no plenário. Eu acho que é um mal necessário a reforma da Previdência. É ruim, mexe com a vida das pessoas, mas pior é o desemprego. Quem é que vai se aposentar se depois não tiver recursos suficientes para bancar a aposentadoria? – questionou.

Para o prefeito, foi ruim para o país os estados e municípios ficarem fora da Reforma.

– De certa forma não foi legal para o país porque o conjunto da soma dos problemas previdenciários dos estados e municípios é muito maior que o da União. Se estamos falando em resolver problemas do país, tem que resolver nos três entes: União, estados e municípios. Agora cada um vai ver o tamanho do seu problema e resolver da melhor forma essa questão – destacou.

Romero também acredita que, mesmo não sendo impossível, será difícil a inclusão dos estados e municípios na reforma do Governo Federal quando a matéria for a plenário na próxima semana. (MaisPB)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: