crise do PSL

Movimentos pró-Bolsonaro na PB endurecem críticas a Julian

O atrito com a família Bolsonaro tem causado fortes danos ao deputado federal Julian Lemos na relação com movimentos pró-Bolsonaro na Paraíba.

Queixas 

Lemos é acusado de trair o seu compromisso de campanha, quando se intitulou “Federal de Bolsonaro”.

“Tudo que ele havia pregado está agindo de uma forma completamente diferente. Não trabalha em grupo, não se preocupa com a equipe, isso não tem sido salutar”, critica Estevão Bisneto, coordenador do Movimento Ordem dos Conservadores.

Sujeira 

Para Estevão, porém, a crise entre parte do PSL e o presidente Jair Bolsonaro tem seu lado positivo.

“É normal no processo tão frágil que foi o nosso, muitos se aproveitassem da onda Bolsonaro. Agora chegou a hora de expurgar o lixo. Infelizmente é muito triste, mas isso iria acontecer, teríamos alguns ratos no nosso navio. Graças a Deus estamos expurgando”.

Destroçado 

“Hoje o PSL está destroçado”, a observação é do coordenador do Movimento Renovação Patriótica, Maurício Renato Albuquerque. Ele considera Lemos devedor a Bolsonaro.

“Ele ganhou em função da onda Bolsonaro. Acho que deve muito o mandato ao efeito no país. Ele deve essa fidelidade ao presidente porque se jogou na onda na campanha e teria esse dever”, disse.

Traição

Outro que faz duras críticas ao comportamento de Julian Lemos é o coordenador do Movimento Direita Mover, Alisson Novais.

“A gente lamenta que o presidente esteja sofrendo uma punhalada pelas costas, mas ao mesmo tempo comemoramos a depuração que está sendo feita. As mascarás estão caindo”, afirmou.

Desabafo

Em publicação feita no Instagram, Julian Lemos diz que já aguentou “muita molecagem” e “já “engoliu muito sapo”.

“Já ignorei covardias de alguns que se escondem atrás de redes sociais”, continuou.

Aviso 

“Não tenho nada a ver com problemas familiares dos outros, mas quem fizer sofrer a minha pagará caro por isso, nem que isso custe minha vida”, escreveu Lemos.

Sem comentários 

O paraibano bloqueou a opção de comentários em sua rede social. Desde a não assinatura na lista que alçaria Eduardo Bolsonaro à liderança da sigla na Câmara dos Deputados, Julian Lemos é alvo de críticas de seguidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: