futebol

Adilson, Argel e a troca de Simões na Paraíba

A três rodadas do fim da Série A do Campeonato Brasileiro, os três times mais ameaçados de rebaixamento vivem uma loucura em seus comandos técnicos.

Adilson Batista, que estava no Ceará até a derrota para o Flamengo, na quarta-feira (27), é o novo técnico do Cruzeiro, que tenta rebaixar os cearenses. Argel Fucks, que dirigiu o CSA na vitória de ontem sobre o Cruzeiro, seguiu para o Ceará, que tenta rebaixar os alagoanos. Uma zona!

Tanto Adilson – criticado pelas mudanças que promoveu no Ceará no decorrer do jogo contra o Flamengo – quanto Argel tiveram suas decisões questionadas eticamente.

Em 2007, uma situação (quase) semelhante gerou polêmica entre os rivais Campinense e Treze. O saudoso técnico Maurício Simões trocou a Raposa pelo Galo após o rubro-negro, já eliminado, vencer a Desportiva Guarabira e classificar o alvinegro para as semifinais do segundo turno daquele estadual. Dirigentes e torcedores raposeiros cobraram em vão que o time entregasse o jogo.

No dia seguinte a vitória rubro-negra, Simões se apresentou como novo técnico do alvinegro, levantando a suspeita de que já estaria fechado com o Treze antes mesmo do fim de sua campanha no Campinense. Loucura!, Loucura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: