calvário

Márcia Lucena troca o guarda-roupa

Adepta a vestidos e saias, a prefeita do Conde, Márcia Lucena (PSB), vai precisar trocar o guarda-roupa se quiser evitar o constrangimento de expor o seu novo acessório: a tornozeleira eletrônica. Além do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), o desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator da Calvário na Paraíba, também determinou a colocação do equipamento na gestora e em outros alvos da Operação Calvário.

+ Ricardo e a pior prisão

Márcia Lucena foi secretária de Educação durante a gestão de Coutinho. De acordo com a denúncia, ela também teve sua campanha de 2016 patrocinada pelo então governador, e recebeu propinas da Cruz Vermelha. O acordo para os repasses figura entre as inúmeras gravações que o empresário delator Daniel Gomes fez em conversas com seus delatados. Ele chegou a registrar uma conversa com a ex-secretária de Administração Livânia Farias em que combinam os repasses para a campanha.

Também serão monitorados com tornozeleira eletrônica:

  • Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador e acusado de recolher propinas com uso de laranjas;
  • Cláudia Veras, ex-secretária de Saúde investigada por avalizar os desvios de recursos;
  • Gilberto Carneiro, ex-procurador-geral do estado, suspeito de proteger o esquema junto ao tribunal de contas e ocultar propinas;
  • Bruno Caldas, dono de empresas de fachada supostamente usadas para distribuir propina;
  • Francisco das Chagas Ferreira, suspeito de ocultar patrimônio no esquema;
  • David Correia, operador do grupo Gerir, um das entidades suspeitas de desviar recursos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: