calvário

Ricardo e a pior prisão

“A minha canela não é de pombo e não sou pombo-correio para colocar tornozeleira”. O desabafo é do ex-presidente Lula (PT) ao se recusar a colocar uma tornozeleira eletrônica. O petista chegou a afirmar que preferia continuar preso do que colocar o equipamento de monitoramento.

A condição imposta pelo desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator da Operação Calvário na Paraíba, ao ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), é a pior prisão que o socialista poderia ter. Até mais que o cárcere.

A tornozeleira eletrônica a ser colocada fará com que Ricardo carregue, para onde for, o seu calvário. Um constrangimento que nem Lula, no alto da sua popularidade, quis carregar.

+ STJ autoriza Justiça da PB a acrescentar medidas cautelares a Ricardo Coutinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: