futebol

Jogador que acusa Treze de não pagar salário é denunciado por abandonar filho

A saída do atacante Rafael Oliveira do Treze virou caso de família.

Mais cedo, o jogador escreveu nas redes sociais que deixou o clube por falta de pagamento há quatro meses. A versão do atleta foi rebatida pelo presidente Walter Júnior, que assegurou em áudio de Whatsapp, que o Galo não deve nada ao centroavante.

Até aí seria apenas mais um conflito que existe no futebol quando um jogador deixa o clube com insatisfação. Ou vice-versa.

O que ninguém esperava – nem o próprio Rafael – é que a mãe de um dos seus filhos revelasse a relação nada paternal dele com seu herdeiro mais novo.

Hemmelly Morais escreveu em uma publicação no Instagram relacionada a saída de Oliveira do Treze, que ele não paga a pensão integral do filho, além de sequer comprar uma cueca. Ela também o acusa de “abandono afetivo” e informou ter ingressado na justiça.

“Eu não vejo o comentário dele por ser bloqueada. Mas já que falou no filho que tem em CG.. eu sou a mãe e posso falar. Paga 400 reais mas não paga o que o juiz determinou e as providências vão ser tomadas. Ele fala que faz 4 meses que o Treze não paga ele, deveria postar que faz 4 meses que não procura saber nem se o filho tá vivo e nunca deu uma cueca pro filho e nem uma bola de papel amassado já que meu filho ama bola igual a mim e a ele. Abandono afetivo é CRIME! E ele vai ser denunciado por isso. Expor um time que abraçou ele depois de 2 anos sem jogar e que a torcida sempre ovacionou e aplaudiu ele, em meio a esse caos que estamos vivendo, a dificuldade que todos estão enfrentando.. mas ele não olha pra si. Janeiro, fevereiro e março ele não mandou 1 real pra meu filho e eu não expus isso. Não entendi a exposição ao Treze devendo a ele. Se tá devendo, joga na justiça. Assim como eu fiz”.

Rafael Oliveira é apresentado oficialmente no Treze | Esportes ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: