Crise dos combustíveis: Políticos puxam o freio de mão

Os políticos estão preocupados com a falta de gasolina nos postos. Sem combustível, visitas às bases eleitorais estão comprometidas.

O deputado Lindolfo Pires (Podemos) cancelou a volta ao Sertão, agendada para o fim da sessão desta quinta-feira (24), na Assembleia Legislativa.

“Como se locomove sem combustível? Só posso ir onde o carro tem autonomia. Vou ficar no meio de caminho? Vou ficar sem alternativa? Evidentemente isso atrapalha”, lamentou.

Já o vereador Lucas de Brito (PV), pré-candidato a deputado estadual, afirmou que vai adotar a política do racionamento para ir ao interior.

“O preço da gasolina está se tornando proibitivo”, justificou.

ALPB: Troca-troca na base do governo

As saídas de Adriano Galdino e Buba Germano, ambos do PSB, das secretarias de Articulação Política e Desenvolvimento e Articulação Municipal, respectivamente, provocaram mudanças na Assembleia Legislativa. Os socialistas deixaram os cargos no governo para disputarem a reeleição.

Com o retorno dos dois, saem do Parlamento Raoni Mendes (DEM) e Arthur Cunha Lima Filho (PRP).

Quem deve retornar à Casa Epitácio Pessoa nos próximos dias é Lindolfo Pires, que ocupa a titularidade da Secretaria de Turismo. Quem deixa a Assembleia Legislativa com a volta de Lindolfo é o atual líder do governo, Hervázio Bezerra (PSB).

Paraiba.com.br