Política

Julian cravou Malta em governo

Em crise com a família Bolsonaro, o deputado federal eleito Julian Lemos (PSL-PB) parece não gozar mais de informações privilegiadas da casa de Jair Bolsonaro (PSL).

O paraibano chegou a dar como certa a presença do senador não reeleito Magno Malta (PR-ES) no futuro governo, o que não irá acontecer – o próprio Malta e Bolsonaro admitem. 

Uma barrigada federal a se confirmar.

Abre Aspas

“É aquela história, ele desistiu de ser vice do Bolsonaro para dizer que ia ganhar a eleição para senador no Espírito Santo. Agora ele é um elefante que está colocado no meio da sala e tem que arrumar, né? É um camelo, e tem que arrumar um deserto para esse camelo”, disse o vice-presidente eleito general Hamilton Mourão (PRTB) sobre a cotação do senador Magno Malta (PR) para o ministério de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

Senador deve substituir Bolsonaro em agenda na Paraíba

O senador Magno Malta (PR-ES) deve substituir o presidenciável Jair Bolsonaro na agenda que o candidato do PSL teria na Paraíba no início de outubro.

A informação foi dada pelo vice-presidente do PSL, Julian Lemos, ao Arapuan Verdade.

Malta é pastor evangélico e um dos principais articuladores da campanha de Bolsonaro, que ainda está se recuperando de uma facada.